Skip to content

Como Funciona O Seguro Desemprego No Brasil

Tem dúvidas sobre como funciona o seguro desemprego e não sabe onde encontrar informação confiável? Nós preparamos este artigo justamente para responder algumas perguntas frequentes em relação a este tema e pode confiar, compartilhamos apenas dados de canais oficiais.

E para facilitar ainda mais a sua leitura, dividimos o conteúdo em tópicos. Vamos começar respondendo à questão: Quem paga o seguro desemprego? Ainda não havia pensando nisso?! Tranquilo, vamos te explicar tudo com detalhes.

Qual é a importância de se atentar ao prazo do seguro desemprego? Adiantamos que existe um prazo para solicitar o auxílio, se você não fizer dentro do período estipulado, vai perder a chance de ganhar o benefício. Por isso é que dedicamos um tópico para te contar quais são os prazos para dar entrada no processo.

Muita gente não sabe, mas existe um telefone para dúvidas sobre o seguro desemprego, ou seja, você pode resolver determinadas questões sem precisar sair de casa. Para finalizar, vamos falar um pouquinho sobre a lei do seguro desemprego.

Como Funciona O Seguro Desemprego
Como Funciona O Seguro Desemprego

Como Funciona O Seguro Desemprego No Brasil

Como funciona o seguro desemprego? Bom, este é um benefício que todo trabalhador com carteira registrada tem direito. O objetivo é oferecer um auxílio temporário para quem perdeu o emprego (sem justa causa), então, de acordo com o período trabalhado, a pessoa recebe um valor mensal, que pode ser pago de três a cinco parcelas.

Mesmo que ainda não tenha precisado do seguro desemprego, é muito importante estar atento aos detalhes do programa. E foi pensando nisso que decidimos preparar este artigo, por aqui vamos esclarecer as principais dúvidas sobre este assunto.

Antes de começar apenas queremos te deixar uma recomendação: Se não quer perder nenhuma das nossas dicas, é muito importante que nos acompanhe até o final dessa leitura, combinado? Agora sim, podemos começar!

Quem Paga O Seguro Desemprego?

Vamos começar respondendo a pergunta: Quem paga o seguro desemprego? Então, o auxílio é pago pelo Governo Federal, que consegue fazer isso graças ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) junto com o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego).

Vale lembrar que por conta do novo Coronavírus, muitas empresas reduziram a jornada de trabalho, com isso, o seguro desemprego 2020 também sofre alterações. Por exemplo, vamos supor que você ganhava por mês uma valor que não ultrapassa dois salários mínimos (R$ 2.090,00), e aí teve redução na carga horário e depois perdeu o emprego. 

Bom, neste caso, tem direito a receber 25% do valor do benefício por três meses. No futuro, se precisar novamente do seguro desemprego, vai receber 75% do valor, em vez de 100%.

Esta é apenas uma das possibilidades e existem vários detalhes que devem ser considerados, então, se você precisa solicitar o seguro desemprego 2020, recomendamos que procure uma das agências do banco Caixa (que é responsável por realizar o pagamento) ou que entre em contato com a central “Alô Trabalhador” (já vamos te contar mais detalhes sobre essa ferramenta).

Qual A Importância De Se Atentar Ao Prazo Do Seguro Desemprego

Qual é a importância de se atentar ao prazo do seguro desemprego? Se você não ficar atento aos prazos pode acabar perdendo a chance de receber o auxílio. 

É isso mesmo que leu, existe um período para fazer a solicitação do seguro desemprego, que começa no 7º dia (depois da demissão) e acaba no 120º dia, ou seja, são quatro meses para dar entrada no processo.

Telefone Para Dúvidas Sobre O Seguro Desemprego

Existe um número de telefone para dúvidas sobre o seguro desemprego? Sim, a central Alô Trabalho foi criada para ajudar as pessoas com temas como o seguro desemprego, legislação trabalhista e o PIS (Programa de Integração Social). 

Para entrar em contato só precisa ligar para o 158, a chamada não tem custo e pode ser feita de qualquer parte do país.

Qual É A Lei Do Seguro Desemprego?

A lei do seguro desemprego é a número 7.998, de 11 de janeiro de 1990, nela se encontram todos os detalhes que envolvem o programa. Então, se tiver algum tipo de problema com o seu benefício, saiba que existe uma lei para te dar suporte.